Quinta, 09 de Dezembro de 2021
24°

Poucas nuvens

Afonso Bezerra - RN

Polícia Investigação

TRF-1 reabre investigações sobre atentado a Bolsonaro e autoriza quebra de sigilo de advogado de Adélio Bispo

Em julgamento, a Segunda Seção do TRF-1 autorizou a quebra de sigilo bancário do advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior

04/11/2021 às 13h59
Por: Hermerson Barbosa
Compartilhe:
Imagem reproduzida
Imagem reproduzida
O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) decidiu na noite dessa quarta-feira (4), reabrir as investigações sobre as circunstâncias do atentado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), esfaqueado pelo ex-garçom Adélio Bispo de Oliveira durante a campanha eleitoral de 2018.
Em julgamento, a Segunda Seção do TRF-1 autorizou a quebra de sigilo bancário do advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, que defendeu Bispo na época do crime, e os mandados de busca e apreensão expedidos contra ele.
A medida havia sido determinada pela 3ª Vara de Juiz de Fora (MG) ainda em 2018, mas foi suspensa no ano seguinte por decisão liminar do desembargador federal Néviton Guedes, relator do caso no TRF-1.
 
Ele atendeu a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da OAB de Minas Gerais. As entidades alegavam que o advogado não era investigado pelo atentado e que as medidas cautelares violavam seu sigilo funcional.
 
No entanto, em colegiado, a decisão foi pelo restabelecimento da decisão de primeiro grau que determinou a quebra de sigilo bancário e a apreensão do aparelho celular do advogado, além de livros-caixa, recibos e comprovantes de pagamentos de honorários.
O Conselho da OAB e a seccional mineira do órgão, autores do mandado de segurança julgado nesta quarta, afirmam que “eventual recurso será oportunamente analisado após a disponibilização da decisão”.
A operação da Polícia Federal (PF) que apreendeu os materiais de Zanone ocorreu em dezembro de 2018. O juiz Bruno Sabino disse haver “evidentes inconsistências” no fato de Adélio ter um advogado de renome, a quem não teria condições de pagar.
Com a decisão de hoje, o TRF-1 libera os investigadores a utilizarem dados do Banco Central sobre as contas existentes no nome de Zanone e das empresas das quais ele é sócio. São analisadas movimentações financeiras realizadas entre setembro e dezembro de 2018.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Afonso Bezerra - RN Atualizado às 04h18 - Fonte: ClimaTempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 37°

Sex 38°C 23°C
Sáb 38°C 23°C
Dom 37°C 22°C
Seg 37°C 22°C
Ter 35°C 24°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete